O que acontece quando você bebe?

Verdadeiro ou Falso? Mitos sobre o consumo de álcool

Se eu comer um monte de comida gordurosa, eu posso beber mais.

FALSO

É verdade que os alimentos, particularmente aqueles com mais gordura, diminuem a taxa de absorção do álcool. Isso acontece porque comer fecha a válvula entre o estômago e os intestinos, onde o álcool é absorvido mais rapidamente do que no estômago. Mas, eventualmente, o álcool será absorvido, e seu corpo pode metabolizar apenas uma certa quantidade de álcool por hora. Em média, uma pessoa metaboliza 10-12 gramas de álcool em uma hora. Comer antes ou durante o consumo de álcool ajuda a controlar a velocidade com que o álcool entra na sua corrente sanguínea, mas não vai protegê-lo contra os efeitos do consumo excessivo.


Se eu beber bastante café, vou ficar sóbrio mais rápido.

FALSO

Embora a cafeína possa fazer com que você se sinta mais desperto, ela não altera o efeito do álcool sobre a sua coordenação motora, tempo de reação e julgamento. Para ficar sóbrio, o que você precisa é de tempo. Seu corpo pode metabolizar apenas uma certa quantidade de álcool a cada hora; o quanto você bebe determina quantas horas levará até você ficar sóbrio. Se você beber em excesso, seu corpo ainda pode conter quantidades significativas de álcool bem depois de você parar de beber.


Se eu misturar a minha bebida alcoólica com um energético, eu vou ter mais disposição.

FALSO

Bebidas energéticas contêm cafeína e podem conter outros estimulantes que o deixam menos sonolento quando você bebe. Assim como o café, as bebidas energéticas não mudam a forma como o álcool afeta seu corpo. Você ainda vai sofrer as consequências do consumo excessivo de álcool. Além disso, alguns estudos emergentes indicam que consumir altos níveis de cafeína misturada com álcool pode aumentar comportamentos de risco, como consumo compulsivo de álcool, assim como os efeitos colaterais da cafeína, como palpitações cardíacas e insônia.


Meus medicamentos não me afetam muito, então eu posso beber quanto quiser.

FALSO

Medicamentos controlados ou vendidos sem receita muitas vezes interagem com o álcool de maneiras que você não pode esperar, pois alguns medicamentos, quando misturados com álcool, podem levar a graves danos hepáticos. Os efeitos podem ser desorientadores ou até perigosos para sua saúde. Se você estiver tomando medicamentos, converse com médico ou farmacêutico antes de adicionar álcool à mistura.


Eu use drogas para ficar “doidão,” então beber torna isso ainda melhor.

FALSO

Essa é uma combinação de alto risco. As interações entre drogas ilícitas e álcool podem aumentar sua debilitação e resultar em graves consequências legais, sociais e de saúde negativas.


Não há nada melhor do que um cigarro e uma bebida.

FALSO

O consumo de produtos de tabaco está relacionado a um risco significativo de doenças pulmonares, problemas cardíacos, câncer de pulmão e outros tipos de câncer. O consumo de álcool pode estar relacionado a alguns riscos de câncer, dependendo de quanto e com que frequência as pessoas bebem. Fumantes regulares que também bebem de forma regular e pesada têm maior risco de certos tipos de câncer de boca e do trato digestivo.


Amanhã de manhã estarei melhor, não importa o quanto eu beber.

FALSO

Você não pode “dormir para curar a bebedeira” sempre. Seu corpo pode eliminar apenas uma certa quantidade de álcool a cada hora. De manhã, seu corpo ainda pode estar processando álcool consumido durante a noite anterior. Em altos níveis de consumo de álcool, sua CAS na manhã seguinte ainda pode estar acima de quaisquer limites legais para condução de veículos.


O álcool ajuda na digestão.

FALSO

Na verdade, o álcool retarda a digestão.


O álcool me aquece.

FALSO

A sensação de calor é enganosa. A dilatação dos vasos sanguíneos é responsável por uma sensação apenas momentânea de calor superficial, mas, em seguida, provoca um resfriamento adicional do corpo e aumenta o risco de ulcerações causadas pelo frio para aqueles que se encontram em locais com temperaturas frias.


O álcool aumenta o meu desempenho sexual.

FALSO

Embora o consumo de álcool possa dar uma percepção de autoconfiança, o consumo excessivo prolongado de bebidas alcoólicas diminui a capacidade sexual e a fertilidade.