O que acontece quando você bebe?

Como você bebe é importante!

Os efeitos das bebidas que contêm álcool no seu corpo dependem de quem você é, como, quanto e com que frequência você bebe e o que você bebe. Existem muitos fatores que influenciam a forma como o álcool afeta você, conforme observado na caixa do lado direito.

Absorção. Quando você bebe uma bebida alcoólica, ela imediatamente começa a ser absorvida na sua corrente sanguínea, parcialmente pelo estômago e mais ativamente pelo intestino delgado. Ao consumir bebidas alcoólicas, adicionar água ou outras bebidas sem álcool vai diluir o álcool no seu estômago e vai retardar a absorção. Ingerir alimentos também vai retardar a absorção do álcool.

A concentração de álcool no sangue (CAS) pode ser medida com um exame de sangue. O volume de álcool no sangue também pode ser aproximado com um teste de respiração, uma vez que uma parte do álcool que circula no sangue passa através dos seus pulmões e é liberada quando você respira. Uma pequena quantidade de álcool também é liberada na urina.
Embora a taxa de absorção possa se alterar dependendo do que você come e do que mais você bebe, você não pode impedir o álcool de entrar no seu sistema.

Uma vez que o álcool atinge a sua corrente sanguínea ele afeta todos os órgãos e partes do seu corpo, incluindo o cérebro, onde o álcool produz intoxicação. Quanto mais você bebe, e quanto mais rápido você bebe, mais o álcool entra no seu sangue. A CAS aumenta muito mais rápido se você beber com o estômago vazio. Ingerir alimentos antes e enquanto você bebe vai diminuir a velocidade da absorção e moderar a sua CAS.
A concentração de álcool no seu corpo não depende apenas do quanto você bebe, mas também do seu corpo. Em primeiro lugar, o seu peso importa. Pessoas maiores têm um corpo maior para absorver o álcool, de modo que podem ter uma CAS menor, e pessoas pequenas têm uma CAS maior com a mesma quantidade de álcool. Em segundo lugar, seu gênero importa. Em comparação com os homens, as mulheres têm menos água no corpo, e sua CAS sobe mais rapidamente com a mesma quantidade de álcool.

Assim, quando as mulheres consomem a mesma quantidade de álcool na mesma velocidade que os homens, leva menos tempo para que elas atinjam o pico de CAS. Em geral, as mulheres sentem os efeitos mais cedo do que os homens consumindo as mesmas quantidades de álcool. Seus corpos também serão mais afetados do que os dos homens.

Metabolismo. O corpo decompõe o álcool em outras substâncias, algumas das quais podem ser usadas para obter energia. Esse processo de decomposição é chamado de metabolismo, e ocorre com tudo o que você ingere. Mas a forma como seu corpo processa o álcool é única, porque a maior parte do metabolismo ocorre no seu fígado. Em resumo: no seu fígado, o álcool é convertido primeiro em uma série de compostos diferentes. Um desses compostos é chamado acetaldeído. Esse composto orgânico ocorre naturalmente no café, no pão e em frutas maduras, mas não é saudável quando consumido em grandes quantidades. O acetaldeído é convertido para uma substância não nociva chamada acetato (ou ácido acético), que é eventualmente transformado em dióxido de carbono e água e eliminado do corpo.

Essa quebra acontece principalmente no fígado, através da ação de moléculas especiais, chamadas enzimas. Em média, uma pessoa metaboliza 10-12g de álcool (uma cerveja de 350 ml, 150 ml de vinho de mesa ou 50 ml de destilados) em uma hora.

A concentração dessas enzimas e sua capacidade de metabolizar o álcool variam entre os indivíduos. Por exemplo, em algumas pessoas, a genética pode reduzir a atividade dessas enzimas. Além disso, as mulheres geralmente têm níveis mais baixos de enzimas que metabolizam o álcool do que os homens. Essa é uma das razões pelas quais as mulheres geralmente atingem uma concentração maior de álcool no sangue e podem ficar mais prejudicadas do que os homens após consumir a mesma quantidade de álcool. Finalmente, existem outras considerações, como idade e saúde, que também podem afetar a rapidez com a qual você processa o álcool.

Como seu corpo pode absorver o álcool mais rápido do que ele pode metabolizá-lo, o álcool pode se acumular na sua corrente sanguínea. Quando você bebe mais rápido do que metaboliza suas bebidas, você acumula acetaldeído no fígado, e os efeitos do álcool aumentam. Quanto mais você bebe, mais tempo vai demorar para o álcool ser eliminado do seu sistema.

O álcool atua como um “diurético”, o que significa que, quando o seu corpo decompõe o álcool, ele remove a água do seu sangue através da urina. É por isso que é uma boa ideia beber água e outras bebidas não alcoólicas juntamente com a sua bebida alcoólica, para evitar a desidratação. A desidratação contribui para os efeitos desagradáveis de consumo excessivo de álcool que estão associados a uma “ressaca”. Para diminuir o risco de ressaca, adquira o hábito de beber um pouco de água com cada bebida alcoólica

O consumo excessivo de álcool resulta em mais acetaldeído no seu corpo. Aqueles que bebem excessivamente têm maiores riscos de sofrer efeitos perigosos para a saúde.

Os níveis de CAS são importantes, mas não contam toda a história de como o álcool afeta você. Sua idade, gênero e estado de saúde, humor e quaisquer outros medicamentos ou drogas que você possa estar tomando também são fatores importantes. Sua reação também depende da situação em que você está e até mesmo das suas expectativas sobre como o álcool pode afetar você.

Padrões de consumo e risco. A maioria das pessoas que bebem faz isso de um modo que aumenta a sua alegria de viver, mas existem outras que bebem de forma irresponsável – ocasionalmente ou regularmente – e criam problemas de saúde e sociais para si e os outros. É por isso que o risco não é apenas um resultado do quanto você bebe, mas também de quando e como você bebe. É muito diferente tomar uma bebida no jantar todos os dias da semana do que ingerir rapidamente sete bebidas em uma única noite. Os especialistas em saúde chamam esse consumo excessivo de “consumo compulsivo de álcool,” o que é potencialmente perigoso. Um padrão repetitivo de consumo compulsivo de álcool é especialmente ruim para a saúde.

Como as pessoas são diferentes, o que é “demais” pode variar de uma para outra. Muitos países estabeleceram diretrizes de consumo de álcool que ajudam as pessoas a evitar riscos associados ao consumo excessivo de álcool. Especialistas em saúde também desenvolveram vários testes que você pode utilizar para avaliar se o seu consumo de álcool pode ser um problema. Existem duas ferramentas de triagem comumente utilizadas, a AUDIT e a CAGE. Desenvolvida na Universidade da Carolina do Norte, a CAGE é uma ferramenta de avaliação comumente utilizada no mundo todo que consiste de apenas quatro perguntas. O questionário AUDIT faz parte de uma avaliação abrangente maior fornecida pela Organização Mundial de Saúde.